Corredor da morte: Após novo engavetamento, sequência de acidentes graves na BR-277 preocupa PRF


Na noite de ontem, segunda-feira (04), a Polícia Rodoviária Federal registrou mais um grave acidente na rodovia BR-277, no perímetro urbano de Cascavel.

Infelizmente, colisões com grande impacto e também registro de mortes são constantes em uma das principais vias de movimentação da cidade.

A BR-277 atravessa o estado de Leste para Oeste, sendo que o quilômetro zero se encontra na entrada de Paranaguá e acaba na Ponte da Amizade no quilômetro 730.

Na noite de último domingo (02), um gravíssimo acidente com diversas mortes chamou a atenção de todo o estado e também ganhou repercussão nacional.

O engavetamento, em São José dos Pinhais, envolveu mais de 20 veículos, deixando aproximadamente 30 pessoas feridas, inclusive com vários óbitos.

Em Cascavel, acidente de ontem à noite chamou, mais uma vez, a atenção da população para os perigos em se transitar no trecho urbano da BR-277.

O inspetor da PRF, Ricardo Salgueiro, deu detalhes da colisão registrada nas proximidades do Turisparque, que também fez vítimas.

Felizmente, ontem, nenhum óbito foi registrado no engavetamento, mas em um período muito curto de tempo relembramos casos fatais, de mortes que poderiam ter sido evitadas.

No último sábado (02), Luiz Carlos Carvalho, de 52 anos, saía do trabalho, num posto de combustíveis, quando foi atingido por uma caminhonete, morrendo na hora.

O condutor da caminhonete não parou para prestar socorro e se apresentou à Polícia Civil na manhã de ontem, informando que ficou com medo e fugiu.

Já no dia 11 do mês passado, os jovens Marcelo Emanuel Elger e Jhullie Alison Casagrande, que haviam começado uma família há pouco tempo, perderam a vítima em razão de uma ultrapassagem irregular.

Segundo informações da PRF, há uma crescente no número de acidentes, no número de ocorrências graves e mortes, sendo que, na maioria dos casos, estas colisões poderiam ser evitadas.

Um dos exemplos destes acidentes é do jovem Pablo Marques Batista, 26 anos, que faleceu no dia 26 de junho, também na rodovia BR-277, na Região do Parque São Paulo. O rapaz se chocou com uma motocicleta que seguia no mesmo sentido, sendo jogado pra via contramão, batendo com um caminhão, morrendo na hora.

O inspetor Salgueiro destaca que estes acidentes ocorrem por imprudência, pelo não respeito ao distanciamento e também por pressa.

Após mais um caso que poderia ter sido transformado em um acidente com vítimas fatais, a PRF pede mais prudência e atenção dos motorista, principalmente nos trechos de pista simples.

Fonte : CGN

Veja o Video :







Postar um comentário

0 Comentários