PM prende 11 pessoas e apreende mais de R$ 30 mil em notas falsas.



Onze pessoas foram presas por policiais militares na tarde de terça-feira (16), após serem flagradas com centenas de notas falsas em uma residência, localizada na Rua Oliveira, Bairro Novo Horizonte, em Ji-Paraná.

De acordo com a Polícia, o mini laboratório funcionava na residência onde ocorreu a abordagem e tinha como responsável Allison L.R., 23 anos.

O chefe da quadrilha foi apontado como sendo um presidiário que está cumprindo pena no regime fechado do Presídio Agenor Martins de Carvalho, de onde comandava e coordenava toda a ação da quadrilha.

Dentro da casa, os policiais encontraram mais de R$ 30 mil em notas falsas, já prontas para serem distribuídas e vários produtos que são utilizados para burlar o teste da caneta, como termolina e verniz.

A Polícia também informou que a quadrilha mandava as notas falsas pelos Correios e toda a transação funcionava através das redes sociais. Uma mulher, identificada como Nesiqueli V.P. era responsável por enviar as notas pelos Correios.

Ainda de acordo com a Polícia, a quadrilha utilizava adolescentes para ajudar na fabricação das cédulas falsas e eles já teriam espalhado mais de R$ 100 mil em dinheiro falso em vários Estados brasileiros.

Os criminosos receberam voz de prisão, foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, mas apenas seis foram enquadrados no crime de falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro.

Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários